Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.
Home | News

News

Webinar "Centralização dos direitos televisivos das competições profissionais de futebol"

0, 0009

Webinar "Centralização dos direitos televisivos das competições profissionais de futebol"

Coordenação: Prof. Doutor Nuno Cunha Rodrigues e Prof. Doutor João Miranda

 

Moderação: Prof. Doutor João Miranda (FDUL)

Oradores: Dr. João Paulo Rebelo (Secretário de Estado da Juventude e do Desporto)

                   Prof. Doutor Miguel Cardenal Carro (Universidade Rey Juan Carlos e Presidente do Conselho Superior de Desporto de Espanha 2012-2016);

                   Prof. Doutor Nuno Cunha Rodrigues (FDUL)

                    Dr. Pedro Proença (Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional)

O Conselho de Ministros aprovou em 25 de fevereiro de 2021 o diploma (https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/governo/comunicado-de-conselho-de-ministros?i=402) que determina a titularidade dos direitos de transmissão dos campeonatos profissionais de futebol da I e II Ligas e estabelece regras relativas à sua comercialização, procurando promover um maior equilíbrio no setor.

O diploma dá acolhimento a uma recomendação da Autoridade da Concorrência, no sentido da necessidade de regulamentação do modelo de comercialização dos direitos de transmissão televisiva e multimédia dos conteúdos associados às competições profissionais de futebol, e determina que os referidos direitos relativos às épocas desportivas de 2028/2029 e seguintes devem ser objeto de comercialização centralizada, cabendo à Federação Portuguesa de Futebol e à Liga Portuguesa de Futebol Profissional a apresentação de uma proposta de modelo centralizado até ao final da época desportiva de 2025/26, sujeito a aprovação da Autoridade da Concorrência.

A centralização dos direitos televisivos das competições profissionais permitirá diminuir as desigualdades entre participantes nas competições profissionais, que, presentemente, com a comercialização individualizada daqueles direitos chegam a gerar diferenças de receitas de aproximadamente 15 vezes entre a sociedade desportiva que mais recebe e a que menos recebe, em contraste com o que sucede em Espanha, em que, desde a aprovação de legislação em 2015 (https://www.boe.es/diario_boe/txt.php?id=BOE-A-2015-4780), a diferença é apenas de 3 vezes mais.

À luz a experiência de outros países, é também previsível que as receitas geradas venham a ser bastante superiores às que são atribuídas agora aos participantes nas competições profissionais de futebol, o que, acompanhado de uma maior competitividade das competições, permitirá ocasionar uma maior concorrência no mercado do futebol.

A participação é gratuita, sujeita a inscrição prévia aqui - inscrição no Webinar

Link Zoom: https://us02web.zoom.us/j/83928622500

ID Zoom:  839 2862 2500